quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

#Emagrecimento e Autoconhecimento


Enquanto degusto meu lanche da manhã, uma barrinha de granola me ocorreu o seguinte pensamento: Como é difícil reprogramar o corpo e ignorar alimentos que sabotam nossa dieta, bom, na verdade não são os alimentos e sim a quantidade que deles comemos.


Suco de laranja é rico em vitamina C, a pele agradece.

Fazendo um balanço, desde agosto/2011 até hoje, acredito que a maior conquista que obtive foi a aprendizagem e o autoconhecimento. Aprendi a comer alimentos que não servem apenas para "empanturrar" e gerar um prazer momentâneo, aprendi a comer alimentos que trazem benefícios ao meu corpo - e não falo só da perda de peso - e estou muito feliz com isso! Demorou, mas hoje já consigo dizer não a certas coisas. 

Na última semana, a balança do consultório da Greice marcou 73 e 100. Tá devagar? Ok! Mas 73 e 100 não é melhor que 74? Ou bem melhor que os 80 e 800, o número inicial?

Granola: A Kellness, por exemplo tem sabores variados, assim não enjoa, né? Quero experimentar a de chocolate.

A melhor parte é que como falei no post anterior, aqui, entrei para a academia e não é que estou gostando da ideia? Eu relutei muito tempo, mas estou indo. A princípio 2X por semana. Para complementar faço caminhada ou me exercito na piscina, uma vez por semana, pelo menos. Acredito que agora os resultados apareçam logo. O que não pode faltar é motivação, então fico me policiando, pensando no "futuro do meu corpo".


Lanches: Soja torrada com sabor, sementes de abóbora, frutas secas e essas paçoquinhas dietéticas  Flormel para os momentos "formiguinha".


Ainda tenho meus excessos, mas são raros. Ultimamente a vontade até aparece mas faço de conta que nem é comigo, penso na balança, penso nos quilos que me restam eliminar e nos que já eliminei. Como falei no segundo parágrafo estou me "descobrindo" e já sei que ficar em casa assistindo televisão sozinha é a maior das armadilhas! Não posso! Fico "catando" coisas pra comer, sem necessidade. Mas não basta saber o seu problema, é preciso contorná-lo, então, uma caminhada ou um passeio com meus cães resolveria.


E vocês? Quem aí tá buscando hábitos saudáveis? Tá difícil? Fácil? 
Beijo.










*A nutricionista Greice Appelt atende em Lajeado(Rua: Fialho de Vargas, 320/304, fone: 3748-9020) e em Estrela na Clínica Santuário do Corpo(Rua: Geraldo Pereira, 380/05, fone: 3720-3333). Para ganhar 30% de desconto basta falar que leu no Frescurinha.



29 comentários:

  1. Julia, estou acompanhando sua reeducação alimentar desde o início. Sou gaúcha, nutricionista e leitora desde o primeiro post do blog.
    Realmente, acostumar o nosso organismo (e a cabeça) com outros tipos de alimentos é difícil. No entanto, com um pouco de esforço, dedicação e, principalmente, persistência, aliados a ajuda de uma nutricionista, os resultados aparecem sim.
    Parabéns pela força de vontade e por estar relatando para toda as leitoras.
    Espero que assim, as pessoas consigam entender que apesar de ser difícil perder peso, não é impossível e que não existe fórmula mágica para isso (principalmente dietas da moda).
    Abraços,
    Natasha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Natasha!
      No começo parecia tudo tão difícil. Minhas sextas a tarde eram regadas a coca-cola + doritos, meus finais de semana sempre tinham uma pizza... Não lembro quanto tempo faz que não como isso e hoje quando como, é mais consciente, sabe? E o papel da nutri foi fundamental nesse processo de reeducação.

      Ainda não cheguei ao peso que desejo, mas estou feliz e confiante. =)
      Obrigada pelo carinho.
      Beijo.

      Excluir
  2. Olha, ta dificil pra mim também... :(
    Perdi 3kg dos 10 que quero perder ao todo.
    Comecei com 69 e agora to nos 66kg e a balança parece estar me sabotando, pq não sai disso hahaha
    Ok, eu não estou fazendo exercicios fisicos, só mudei a alimentação, mas acho que vou começar uma academia (que eu não sou fã de jeito algum).
    Bom, vamos tentando de tudo né hahaha

    Boa sorte pra ti também Jú! Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Isabel, realmente não é um processo fácil de aceitar, mas temos que passar por ele para enfim chegar ao nosso objetivo. Eu ainda tenho 13 Kg a eliminar, como o objetivo inicial era 20Kg, tô quase na metade e isso me anima. Vc não tem muito a perder, tem muito a ganhar em saúde! =)

      Tô com vc, vai pra academia menina, eu tb não me imaginava por lá, acabei escolhendo uma com pouco movimento e gostei. Lugares muito cheios não me agradam, sem contar que a auto estima não melhora com ene espelhos e gente sarada ao nosso redor, hahaha. Mas é o começo!
      Beijo.

      Excluir
  3. Oi Julia,
    Ótimo post, na minha modesta opinião que é muitas pessoas querem "mágica" ou resultados muitos rápidos, e as vezes acontece mesmo, só que são resultados falsos e as chances que frustração vai ser maior no futuro. Eu sei que é difícil pedir paciência - sou muito ansiosa - mas é necessária para que os resultados sejam os melhores, e é necessário também esforço e sacrifício. Queremos nossa saúde e nosso corpo bonito agora e aos cinquenta - pra quem não chegou lá - Eu não sou paranoica, mudei muita coisa na alimentação fazendo as preferências e deixando sonhos de lado (os sonhos da padaria) e sigo me sentindo muito melhor, essa é a meta sempre bem-estar. Beijos. Bom restinho de semana! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trocamos os sonhos da padaria por realizações! =)
      Vamos lá Vone!
      Beijos.

      Excluir
    2. Adorei essa Juu, vou começar a introduzir na minha vida. Problema é a correria, definitivamente.

      Excluir
  4. Oii Júlia..
    Adoro suas dicas da dieta, estou tentando criar um novo hábito alimentar, mas, tenho um sério problema em largar o refrigerante, que para mim é a melhor invenção de todos os tempos kkk
    O câncer da mamãe me fez refletir muito sobre o que uma alimentação saudável oferece, ela nunca teve alimentos industrializados ou enlatados, e mesmo assim o câncer atacou seu intestino...
    Uma alimentação saudável não deve ser levada em consideração somente ao emagrecimento, mas, também a uma vida longa e duradora...
    Mas, hoje meu foco é chegar aos 50kg... Deus me ajude!!! E os alimentos saudáveis tbm kkk
    Como vc mesmo disse: Alimentos que trazem benefícios ao nosso corpo!
    Conhecimento é muito bom...
    Beijos e beijos
    Lane

    ResponderExcluir
  5. Julia.. Tudo bom!
    Alimentação saudável é tudo...
    Além de nos proporcionar ficar livres daquelas gordurinhas indesejáveis, também nos proporciona uma vida saudável e livre de doenças...
    Mamãe sempre cuidou bem de sua alimentação, não usava o hábito de alimentos enlatados e nem em conserva, e mesmo assim foi acometida de câncer n intestino.
    Isso mexeu muito com todos de minha familia.
    O conhecimento é tudo, como vc mesmo disse .
    O mais dificil para mim é deixar o refrigerante... vamos então a luta não é...
    Beijos e beijos!
    Lane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lane, aaai, e refrigenrante é cruel, eu tomo mas só de vez em quando, caso contrário não vejo resultado dos meus outros esforços, né?

      Beijo.

      Excluir
  6. Eh o dificil da RA nao eh comer e sim educar o nosso cerebro de que nao precisamos de certas coisas....

    :P

    bjooo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Paty!
      Acabei de assistir um vídeo onde apareço e dei graças por já estar na academia, me achei tão gordona. \o/ OMG!

      Mas enfim, vamos lá!
      Beijo.

      Excluir
  7. é muito difíciiiil ignorar certos alimentos!
    eu já tentei umas dietas, de comer coisas saudaveis, mas nem dá! hausfus
    mas poxaaa! de 80 pra 73?
    é muito bom!!
    Parabéns!
    xoxo, Lari ^^
    http://olhacomoeufaco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela força de vontade!!! Deve ser muito difícil, mas o negocio é não ter pressa, cada passo de uma vez, no caso cada grama de uma vez!
    Muita perseverança pra voce flor!!
    bjokas

    http://aprendendoentreamigas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Marisa, ás vezes fico ansiosa, mas vejo que não vale a pena, é preciso muita paciência mesmo.
      Beijos.

      Excluir
  9. Ixe menina, pense como é complicado pra minha pessoa deixar de comer doces! Nossa...
    Mais assim, eu até que tenho me policiado em certos alimentos com gorduras.. cortei refrigerantes e quero muito entrar pra academia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe o que tô fazendo quando a vontade do doce vem?
      Faço 500ml de Clight e vou tomando, hahaha.

      Abacaxi desidratado tb é uma boa.
      Beijos.

      Excluir
  10. É tao dificil reprogramar, MUITO.
    Por isso que pego no pé do povo dizendo que tudo começa na infancia. Nao adianta dar qualquer porcaria para o filho, se depois ele vai sofrer sendo um viciado em açucar por exemplo.


    To aqui, sofrendo na reeducaçao. Pq nao gosto de comer frutas e nao tenho rigor em horarios, mas nada e impossivel, ne

    Beeijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Steph!
      Imagino que por vc ter um filho deve ser ainda mais complicado, é tudo muito corrido e pra sair da linha é fácil, né?

      Mas força, vamos lá!
      Beijos.

      Excluir
  11. Oi Júlia, parabéns pela conquista! Tenho adotado aos poucos hábitos mais saudáveis e percebo nitidamente como "rendo mais" mesmo depois de ter encarado 1h de musculação e mais 1h de caminhada com meus dogs...depois de tantas segundas-feiras "estufada" aprendi na mara que a gente não precisa se privar de absolutamente nada se tiver auto-controle...uma das minhas últimas decisões foi praticamente zerar meu consumo de refrigerante...eu nunca tomava refrigerante normal, mas o light/zero/diet é a maios propaganda enganosa! Toda a "porcariada" de que é feita a Coca Zero me deixava mais inxada do que se comesse um chessecake sozinha!
    É isso... boa sorte na academia! Um beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também só ia na coca zero, por conter menos calorias, né? Mas aos pouco tô largando... Se quero algo doce pra beber tomo um clight. Vi que vc é de Lajeado, adicionei vc no face. =P

      Aiii, não vejo a hora de mandar toda essa gordura embora.
      Beijos.

      Excluir
  12. Parabéns e que bom que você está gostando da academia...
    Eu provavelmente já devo ter experimentado pelo menos 60% das dietas ditas 'milagrosas' que estão aí pela internet. O que eu ganhei com isso? Efeito sanfona.
    Depois de muito tempo eu percebi que não adianta nada fazer essas loucuras. Agora, assim com vc, digo não para um monte de coisas. Fiz uma ótima reeducação alimentar regada de muito suco, frutas e outras coisas saudáveis. Sabe que eu até gosto disso? Também não dispenso a minha academia de todo dia e a caminhada.
    É isso... Boa sorte!
    Bjs... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tô começando, né? Duas vezes por semana, até comecei a fotografar o abdomen, hahaha. Assim analiso o "problema" e busco a solução.

      Beijo grande!

      Excluir
  13. Eu aprendi a comer granola no hospital, na primeira semana desse ano. Fiquei internada uma semana e, um dia, em um dos lanches, trouxeram granola com meu iogurte e eu pensei: "por que não?". Depois de voltar para casa, não tomo mais iogurte sem granola. E o espírito é esse mesmo: 73 e 100 é BEM melhor que 74. Porque é como a própria expressão diz: "REEDUCAÇÃO alimentar". A gente passou uma boa parte da vida com uma educação alimentar inadequada, não dá para achar que de um dia pro outro tudo vai ser diferente. Nosso corpo se acostumou a uma certa qualidade e quantidade de alimentação, e é claro que ele vai chiar quando você quiser fazê-lo se mexer e sair da zona de conforto. Daí a necessidade de viver um dia de cada vez e comemorar cada 100g que seja a menos. Eu fiquei um mês e meio em casa após sair do hospital e acabei me permitindo muitos prazeres, mas, mesmo não tendo emagrecido mais, ao menos não engordei e, apesar de ter muito chão pelo frente, me parabenizo por não ter "achado" novamente os quilos que não tinha perdido. Atividade física também faz TODA a diferença. O difícil é começar, mas quando você pega firme e sente os efeitos das endorfinas, começa a se perguntar como pôde viver sem se exercitar por tanto tempo. Eu não gosto de academia convencional, então frequento uma filial da Curves (academia só para mulheres), além de fazer aulas de dança aos sábados, algo que eu comecei pra desestressar há três anos e meio e se tornou uma das razões da minha vida - muitas vezes deixo de sair sexta à noite porque tenho minha dança do ventre sábado cedinho...

    Enfim, fico na torcida e no aguardo das próximas atualizações



    Beijos e boa semana! :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaah, fiquei desejando um tempão uma Curves na minha cidade, mas como é muito pequena, acredito que nunca tenha. Mas enfim, essa academia que estou indo me agrada, é pequena, não tem espelhos por todos os lados e a música, bom, a música eu posso pedir pra mudar, sem falar que o pessoal curte Rock, o que é um alívio, já que nas minhas outras tentativas até axé music - não gosto - ouvi.

      Beijo e uma ótima semana.

      Excluir
  14. Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

    ResponderExcluir
  15. Oi amiga, também acho que para emagrecer é necessário mudar os hábitos alimentares e optar por alimentos nutritivos e saudáveis, pois dietas restritivas, a pessoa perde peso rápido e recupera rápido também, super beijos, gostei das dicas!

    http://www.aprendizdecabeleireira.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Luciene!
      Tudo bem?
      É verdade, é o mesmo que prender um cão faminto e depois soltá-lo em uma sala cheia de comida. O peso volta!
      Beijos.

      Excluir

Deixe seu comentário, assim que possível responderei. =)
Obrigada.

 
[google65b0eccc5bb99dae.html]